Home
Consórcios de saúde irão beneficiar mais de um milhão de baianos

Consórcios de saúde irão beneficiar mais de um milhão de baianos

No estado baiano, 40 municípios e o governo do Estado assinaram protocolos de intenção para a formação de dois novos consórcios públicos na área de saúde. O objetivo é a gestão de serviços regionais nos municípios de Valença e Santo Antônio de Jesus.  A solenidade ocorreu em Salvador/BA, no dia 10 de janeiro.

A expectativa é que mais de um milhão de baianos sejam beneficiados com a iniciativa, que prevê a construção de duas policlínicas, além de centros de especialidades odontológicas e farmacêuticas.

Cada policlínica custará cerca de R$ 20 milhões, entre obras e equipamentos que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado. Já a manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios consorciados, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população.

“Saúde é algo caro e difícil em qualquer lugar do mundo. Por isso, é necessário que governo e municípios se unam para fazer essa força, atendendo melhor a população, indo além da atenção básica. Com a construção dessas duas novas policlínicas, nós teremos um investimento de cerca de R$ 36 milhões, entre obras e equipamentos”,  afirmou o governador da Bahia,  Rui Costa, durante a solenidade.

Os municípios – O consórcio que tem sede em Valença será formado pelos seguintes municípios: Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães. O décimo segundo município ainda confirmará participação.

Já o consórcio da região de Santo Antônio de Jesus abrange outros 30 municípios: Amargosa, Aratuípe, Castro Alves, Conceição do Almeida, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Itatim, Jiquiriçá, Laje, Muniz Ferreira, Mutuípe, Nazaré, Presidente Tancredo Neves, Salinas da Margarida, Santa Teresinha, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Miguel das Matas, Ubaíra, Varzedo, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Conceição da Feira, Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Maragogipe, Muritiba, São Félix e Sapeaçu. Duas cidades devem ser incluídas no consórcio posteriormente.

Com informações de Bahia Toda Hora.